Efeito Rudy (III)

Agosto 30, 2008

Rudy, generoso, dá a D-Howard o direito de entrar no melhor poster dos Jogos Olímpicos

Na manhã do dia 28 de Agosto deixámos aqui uma pergunta sobre as reacções de Nate McMillan às exibições de Rudy Fernandez durante os Jogos Olímpicos de Pequim.

Na tarde do dia 28 de Agosto Jason Quick escreveu no The Oregonian a resposta à pergunta que lançámos no Seis25. Desde noites sem dormir, à vontade de bater palmas a cada acção de Rudy, aos jogos de cabeça que fazia tentando imaginar combinações de jogadores para os seus Portland Trail Blazers, e a jogadas para libertar o seu novo jogador Nate McMillan parece bastante entusiasmado com Rudy Fernandez. Pelo meio, tempo ainda para ouvir os elogios de Mike D’Antoni ao ex-jogador do DKV Joventut. D’Antoni que era o treinador dos Phoenix Suns quando estes escolheram Rudy Fernandez na 1ª ronda do Draft de 2007. D’Antoni que era o treinador dos Phoenix Suns quando estes decidiram enviar os direitos de Rudy Fernandez para os Portland Trail Blazers…

“I’m sitting there (in the gold medal game) with a straight face, trying not to smile. (Spain) are the guys we have to beat, but I’m caught. That’s my player and I want to (he claps his hands twice) but I gotta (he makes a serious face) because we are going up against him.”

“I was so impressed with him that it was to the point where after the second time I saw him, I didn’t sleep that night because I was moving my rotations around. I swear I did not sleep. I could not sleep thinking about him. Because I’m saying, ‘We can put him here, do this with him, do that with him and Brandon (Roy), and do this… So he’s playing for us. Oh yeah. I see that right now.”

Anúncios

Falta-lhe um bocadinho assim…

Agosto 29, 2008

Este vídeo vem direitinho do site da Dime Magazine.

Admiro a persistência de Brandon Griffin – o voador que não desiste! Só pela sua capacidade de não desistir, merece nota 10! Apreciem…


Cyberdunk

Agosto 29, 2008

Cyberdunk é o nome do jogo de basquetebol online em que tenho participado desde Julho, mas que já existe desde Abril de 2007. Controlamos, no máximo, 3 jogadores e o objectivo é fazer com que evoluam, que joguem, que consigam melhores contratos com melhores equipas, que ganhem dinheiro… Há quem compre equipas, crie equipamentos, consiga ‘contratar’ jogadores inactivos, mas para isso é preciso gastar algum dinheiro, ou ter alguns pontos acumulados.

Para aceder e participar basta entrar em Cyberdunk.com


Efeito Rudy (II)

Agosto 28, 2008

Ainda às voltas com a Grande Final das Olimpíadas, o que estaria Nate McMillan a pensar durante esse jogo ao ver Rudy Fernandez em acção?

Será que mantinha-se preocupado no papel de elemento da equipa técnica dos Estados Unidos da América, ou mantinha-se entusiasmado no papel de treinador dos Portland Trail Blazers? Será que pensava ‘Nem o Kobe Bryant nem o Tayshaun Prince estão a conseguir pará-lo!! E eles são os nossos melhores defensores! Que solução vamos arranjar para o defender?’ ou estaria a pensar ‘Nem o Kobe Bryant nem o Tayshaun Prince estão a conseguir pará-lo!! E eles são os nossos melhores defensores! Ainda bem que os Phoenix Suns não o quiseram e ele vai estar comigo em Portland quando a época começar!’?


Arrogância inata

Agosto 27, 2008

Ai as saudades que tinha da arrogância e prepotência dos norte-americanos…pelos vistos parece algo inato e que dificilmente deixará de existir. Para compreender isso, basta ler este artigo do New York Times: World Will Be More Like NBA

É claro que as alterações às regras da FIBA anunciadas em Abril (mas que só agora têm eco nos Estados Unidos da América) parecem ser uma vénia à NBA, e levam qualquer um a pensar isso mesmo: que o Mundo se quer aproximar da NBA. E depois das medalhas de ouro em Pequim, os norte-americanos vêem nesta aproximação dos regulamentos, mais uma demonstração do seu ‘Poder’.


Treinos de verão

Agosto 27, 2008

Auto-treino. Muito se houve falar de auto-treino nos dias que correm. Os jogadores com vontade de melhorar, os que não estão satisfeitos com o que já alcançaram, os que querem estar preparados para o início da época, sabem bem o que é. Os treinadores tentam motivar os seus atletas para o tal auto-treino, mas quando não há vontade…

Neste vídeo Louis Bullock, estrela do Real Madrid, mostra como se tem preparado para a nova época. Alguns exercícios não requerem grandes materiais ou aparelhos de apoio, o que prova que hoje em dia, só não melhora quem não quer.


Pesquisar: Ricky Rubio

Agosto 25, 2008

Até hoje, nunca colocamos qualquer referência ao número de visitas que o Seis25 recebe diária, semanal ou mensalmente. Não nos pareceu ser importante, pois é bem mais interessante falar de basket do que dizer quantas pessoas lêem o que escrevemos.

No entanto, passado mais de um ano da criação do Seis25 (por falar nisso, foi no dia 8 de Agosto de 2007) vamos abrir uma excepção! Não para dizer quantas visitas temos recebido, mas sim para dar uma perspectiva do aumento da notoriedade de um jogador de basquetebol que nos últimos três anos tem chamado a atenção pelo que consegue fazer com uma bola de basket e 4 colegas de equipa, jogando não contra rapazes da sua idade, mas contra adversários 5, 10, 15 anos mais velhos que ele!

Já devem ter percebido que estamos a falar do fenómeno do basquetebol espanhol, Ricard Rubio. O tal miúdo de 17 anos que até começou a Final do Torneio Olímpico no 5 inicial da sua selecção. O tal que em 2006/07, com 16 anos, foi o jogador com melhor média de roubos de bola da Euroliga. O tal que aos 14 anos se estreou pela equipa do DKV Joventut no melhor campeonato da Europa. O tal que Mike Krzyzewski gostava de ter em Duke. O tal que dizem que vai ser a 1ª ou 2ª escolha do Draft da NBA quando decidir que quer jogar nesse campeonato.

Pois bem, entre o dia de ontem e as 21 horas de hoje, chegaram ao Seis25, após procura num motor de busca, 115 pessoas que procuravam ‘Ricky Rubio’, ou ‘Ricard Rubio’, ou ‘Rubio Espanha’, ou até ‘número 6 Espanha’. Interessante reparar que cerca de 20% das visitas que recebemos entre domingo e segunda vinham à procura de Ricky Rubio ‘El Prodigio’. Muitos certamente só terão ouvido falar dele nas duas últimas semanas. Mas o que interessa é que à medida que o tempo vai passando, Ricky Rubio é um nome cada vez mais conhecido, e depois dos Jogos de Pequim até os americanos podem finalmente perceber o porquê de tanta agitação à volta do jovem catalão.

Deixamos aqui os principais textos que já escrevemos sobre Ricky Rubio, para quem estiver interessado: