As meias ou nada

Decidem-se hoje quais os adversários de Espanha e Sérvia nas Meias-finais do Eurobasket ’09. Os jogos que irão opor a Turquia à Grécia, e a Croácia à Eslovénia estão carregados de simbolismo e de história, e certamente que não lhes faltará nem emoção nem qualidade.

 

Turquia e Grécia editam um confronto histórico, entre dois países vizinhos, cuja rivalidade vem de longe. E quando a rivalidade se transporta para dentro dum pavilhão de basquetebol, atinge proporções ainda maiores – dentro e fora de campo, a intensidade com que se vive o jogo, e a energia com que os jogadores sentem este jogo aumenta ainda mais com os incentivos vindos da bancada onde os seus compatriotas saltam, cantam, gritam e ovacionam os seus heróis, a sua nação. A Grécia, que neste Europeu tem sido liderada por Spanoulis e Bourousis poderá, mesmo desfalcada das suas duas maiores estrelas, conseguir o apuramento para as meias-finais da competição – se o conseguirem será a terceira presença consecutiva dos helénicos nas Meias-finais do Eurobasket. Mas do outro lado vão estar os turcos, que neste europeu apenas perderam o seu último jogo frente à Eslovénia, e por apenas 2 pontos de diferença. Sem que Hedo Turkoglu se esteja a assumir como a grande referência ofensiva da equipa – inclusive passando despercebido em alguns jogos – tem sido Ersan Ilyasova, o antigo extremo do Barcelona, a mostrar serviço e a revelar a qualidade que mostrou ao longo do ano na ACB, e que lhe garantiu o retorno à NBA e aos Milwaukee Bucks.

 

Eslovénia e Croácia, dois países formados após a separação da ex-Jugoslávia, editam neste Eurobasket ’09 mais um confronto histórico, entre dois países vizinhos, e que até há bem pouco tempo tiveram alguns desentendimentos políticos devido à definição das suas fronteiras. Mas também dentro de campo este desafio vai ser histórico, pois a equipa que vencer o confronto e avançar para as Meias-finais conseguirá esse feito pela primeira vez na sua história. Os eslovenos, mesmo sem contar com Smodis a um nível aceitável e depois de terem perdido o base Beno Udrih por lesão pouco antes do campeonato começar, estão a fazer uma prova muito interessante – perderam apenas frente à Espanha –  e liderados pelo base Jaka Lakovic e pelo poste Erazem Lorbek, a selecção da Eslovénia pretende fazer história e terminar este Campeonato como uma das melhores 4 equipas da Europa. Mas pela frente terão os seus vizinhos croatas, também à procura de fazer história. Com Zoran Planinic a comandar a equipa, e com Marko Popovic a ser, uma vez mais, o principal marcador de pontos da equipa, os croatas têm feito um torneio com algumas derrotas, mas nesta fase de ‘elimina’, isso pouco interessa e no confronto directo com os seus adversários e vizinhos eslovenos, a Croácia espera que o seu trio de bases Planinic-Popovic-Ukic esteja inspirado e que os possa levar até às Meias-Finais.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: