Também tu Rudy?

Nos últimos anos imensos jogadores não norte-americanos têm chegado ao campeonato da NBA, globalizando uma competição com milhões de seguidores por todo o Mundo. Fruto do excelente trabalho desenvolvido nos últimos anos no basquetebol espanhol, vários foram os jogadores do país vizinho a tentar a sorte do outro lado do Atlântico. Pau Gasol e Raul Lopez foram os primeiros, seguiram-se José Calderón, Jorge Garbajosa, Juan C. Navarro, Rudy Fernandez e Marc Gasol. Outros foram entretanto escolhidos em Draft, não tendo seguido viagem para a liga norte-americana, sendo Ricky Rubio o caso mais mediático.

No entanto, nem tudo são rosas, e alguns jogadores acabaram por voltar ao lugar de origem. Dos citados voltaram para o basquetebol europeu Raul Lopez, Jorge Garbajosa e J.C. Navarro, cada um com a sua justificação, cada um em busca de um lugar mais feliz.

Agora foi a vez de Rudy Fernandez avançar um possível regresso ao Velho Continente, justificando que só pensa em jogar, não se importando se for na NBA ou na Europa. A época do extremo espanhol não está a ser fácil, tendo sido afectado por uma lesão nas costas, e tendo maiores dificuldades do que na época anterior. O basquetebol europeu receberia de bom grado um dos melhores jogadores do nosso Continente, mas parece evidente que Rudy Fernandez tem qualidade para estar na competição que alberga a grande maioria dos melhores jogadores do Mundo.

One Response to Também tu Rudy?

  1. Jorge diz:

    Isto é algo que me deixa um tanto ou quanto apreensivo e espero não se concretize.
    Não preferia, definitivamente, que Rudy Fernandez voltasse a jogar na Europa (pelo menos nos tempos mais próximos). Aliás, adoraria que permanecesse na NBA. Por muitos e bons anos.
    A mais alta Liga Norte-Americana de Basquetebol “precisa” de Rudy. Pelo menos perderia muito com a sua saída.
    O seu virtuosismo é incomparável. O jogador espanhol tem, entre outras coisas, qualidades atléticas, e recursos técnicos bastante interessantes. Rudy tem condições inegáveis para singrar na NBA, assim o queira e por lá fique.
    De uma forma clara: A NBA ficaria mais pobre sem Rudy Fernandez. Por isso: Rudy, don’t leave. Stay there.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: