Vamos para a Grande Dança

Começa amanhã, dia 18 de Março, a Grande Dança!

As quatro equipas que tínhamos apontado como favoritas foram indicadas com o estatuto de #1 para cada uma das 4 Regiões de disputa do Torneio da NCAA. Assim, temos os Kansas Jayhawks na Região Midwest, os Kentucky Wildcats na Região East, os Syracuse Orange na Região West e os Duke Blue Devils na Região South. Então, e após ser conhecida a Árvore de Jogos, quais as perspectivas das equipas sediadas nas primeiras posições?

Teoricamente a equipa mais beneficiada até foram os Duke Blue Devils, que terminaram a Fase Regular como a equipa #4 do país. No seu caminho não surgem grandes oponentes, ou equipas que possam ter um percurso de sucesso consistente na Grande Dança. Villanova, a segunda melhor equipa desta Região, não teve uma época por aí além e até foi eliminada no Torneio da Conferência Big East pela Universidade de Marquette. Aliás, os Wildcats de Villanova são mesmo considerados uma das menos fortes equipas entre as que obtiveram o estatuto de #2 para as respectivas Regiões. As lacunas defensivas de Villanova serão exploradas ao máximo pelo trio Nolan Smith, Jon Scheyer e Kyle Singler, isto se chegarem ao confronto com os Duke Blue Devils já na fase Elite Eight. Antes de chegar a essa fase quem se poderá cruzar com os Blue Devils será a Universidade de Purdue, mas sem Robbie Hummel as perspectivas de sucesso não serão muitas. Desta forma, a equipa de Mike Krzyzewski parece ter uma passadeira vermelha estendida até Indiana, onde se disputará a Final4. Conseguirão os experientes Duke Blue Devils aproveitar o sorteio teoricamente favorável?

Pelo contrário, no pólo oposto estão os Kansas Jayhawks. A equipa de Bill Self foi considerada a melhor do país, mas parece ter calhado na Região mais forte do Torneio da NCAA de 2010! Este grupo está repleto de potências do basquetebol universitário, lideradas por treinador com anos de experiência nesta competição, e com jogadores que sozinhos poderão decidir jogos, alguns deles referenciados nos textos em que demos atenção às individualidades deste ano da NCAA. Assim, na Região do Midwest o comité da NCAA juntou equipas como Michigan State, Maryland, Georgetown, Ohio State e Tennessee. O calendário não parece nada fácil para a Universidade de Kansas, e chegar a Indiana vai ser uma dura guerra, com equilibradas batalhas. Mas os Jayhawks são considerados a melhor equipa do país, e certamente que demonstrarão em campo o porquê de ostentarem esse estatuto, apoiados no trio de luxo composto por Sherron Collins, Cole Aldrich e Xavier Henry.

A época está a ser de sucesso para a nova equipa de John Calipari, os históricos Kentucky Wildcats renovados com o grande talento de John Wall e DeMarcus Cousins. No entanto, em Lexington só chega o sucesso quando se conquistam títulos, e para que Kentucky chegue à Final4 de Indiana vai ter um difícil trajecto, especialmente se se tiver em linha de conta que foi na sua Região que calhou a Universidade de West Virginia, que segundo alguns analistas deveria ter sido considerada como #1 para uma das quatro Regiões de competição, principalmente após se terem sagrado campeões da competitiva Conferência Big East. Há ainda a Universidade de Baylor que deverá receber alguma atenção, pois os seus desempenhos em 2009-2010 fazem desta equipa uma das mais perigosas da NCAA. No entanto, Kentucky e West Virginia parecem ser as mais fortes da Região East, e se ambas se mantiverem afastadas de surpresas e chegarem à Fase de Elite Eight, certamente que será um intenso duelo e um grande jogo de basquetebol em Syracuse, onde se decidirá qual a equipa da Região que passará à Final4.

Por fim, quais os desafios que os Syracuse Orange terão de enfrentar para chegarem a Indiana? Logo à partida, e caso defronte Gonzaga na segunda ronda, os Orange de Syracuse serão postos à prova perante uma equipa surpreendentemente mal posicionada no ranking da NCAA. Os Bulldogs de Gonzaga são uma equipa atlética e com boas soluções individuais, que lhes permite alguma rotação de atletas com o objectivo de manter um ritmo de jogo elevado. Continuando a avançar na Região West, aparecem Universidades como Butler e Vanderbilt confiantes pelos desempenhos na presente época, e capazes de causar dificuldades às principais equipas, como poderão comprovar os Wildcats de Kentucky que por pouco não perdiam com Vanderbilt na Fase Regular da Conferência SEC. Se os Orange chegarem à fase Elite Eight o mais provável é que tenham de defrontar Pittsburgh ou Kansas State. Os Panthers de Pittsburgh fizeram uma grande Fase Regular vencendo algumas das mais conceituadas equipas da renhida Conferência Big East, e na Grande Dança poderão trocar o passo a equipas consideradas favoritas. Com o mesmo estatuto aparecem os Kansas State Wildcats que recentemente caminharam até à Final do Torneio da Big12, onde apenas foram derrotados pelos rivais dos Kansas Jayhawks. Assim, e apesar de não ser a região mais forte de todos, o trajecto dos Syracuse Orange até à Final4 será bastante complicado emotivo. Conseguirão lá chegar?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: