E agora?

Abril 10, 2010

CSKA Moscovo, Olympiacos, Partizan Belgrado, Regal FC Barcelona garantiram a presença na Final4 de Paris.  Quatro potências do basquetebol europeu, todos eles antigos campeões da Europa irão disputar o título da Euroliga de 2010, sendo que russos, gregos e espanhóis repetem a presença na Final do ano anterior.  Aliás, a única equipa que esteve na Final de 2009 e não estará em 2010 é o Panathinaikos, campeão em título!

No seu lugar estará a equipa de Belgrado, o Partizan. Para os sérvios chegarem à Final4 tiveram de superar os israelitas do Maccabi Electra, e após a preciosa vitória conquistada em Israel a equipa da capital sérvia fez valer o factor casa e jogando perante 21000 espectadores. Fazendo o 3-1 na série, o Partizan Belgrado avança para a Final4 onde irá defrontar, nas Meias-finais, o Olympiacos.

Os gregos também garantiram a passagem a Paris após um resultado acumulado de 3-1, frente a uma das grandes surpresas da prova, o Asseco Prokom. Após duas vitórias confortáveis em casa, a viagem do Olympiacos à Polónia começou com uma derrota, o que permitiu à equipa do Asseco continuar a sonhar com o apuramento para a Final4. Contudo, no Jogo 4, a equipa de Atenas voltou a demonstrar o seu poderio, e o seu vasto leque de opções individuais, vencendo por 16 pontos de diferença, e garantindo a segunda presença consecutiva numa Final4 da Euroliga.

Quem também repete a presença na Fase Final da competição são os moscovitas do CSKA. Aliás, a equipa russa garante a oitava participação consecutiva na Final4, mostrando que apesar de perder alguns jogadores importantes continua a marcar presença nos momentos de decisão do basquetebol europeu. Para chegar a Paris ultrapassaram os bascos do Caja Laboral, vencendo o Jogo 4, disputado em Vitória. No jogo decisivo, os russos chegaram a estar a perder por 10 pontos de diferença, mas a inspiração de JR Holden ajudou em muito a garantir o carimbo para a tão desejada Final4, onde irão defrontar outra equipa espanhola, desta feita o Regal FC Barcelona.

Após a surpreendente vitória na Catalunha, esperava-se que o Real Madrid aproveitasse o factor casa para poder garantir que avançaria para a Final4. Para isso necessitaria de vencer dois jogos frente ao seu arqui-rival, o Regal FC Barcelona orientado por Xavi Pascual. Contudo, nem o facto de jogar perante 13500 adeptos ajudou a que a equipa da capital espanhola conseguisse vencer um único jogo. As prestações de Juan C. Navarro, MVP da semana da Euroliga, muito contribuíram para que os catalães averbassem duas vitórias fora de portas, fundamentais na caminhada para repetir a presença na Final4.

Anúncios

Quem tem medo do lobo mau?

Março 12, 2010

E a fava saiu ao Real. Jogava-se um encontro decisivo entre Maccabi e Real para ver quem fugia ao super favorito Barça nos 1/4 de final da Euroliga. Depois da sua equipa de futebol perder no Bernabéu com o Lyon, eis que os adeptos madrilenos viram a sua equipa de basquetebol baquear frente ao Maccabi no Palacio Vistalegre….e com esta derrota, comprometerem a presença na Final Four da Euroliga, pois agora há que ultrapassar o Regal(o) Barcelona.

Nem os 11 triplos apontados pela equipa (mais de metade dos 64 pts marcados) salvaram o Real, que agora terá tarefa hercúlea para estar em Paris a discutir o título…

O Vídeo do jogo

PS – Escrevemos para o Planeta Basket um texto sobre a última jornada da Euroliga. Se tiver interesse, poderá ler aqui.


Também tu Rudy?

Fevereiro 25, 2010

Nos últimos anos imensos jogadores não norte-americanos têm chegado ao campeonato da NBA, globalizando uma competição com milhões de seguidores por todo o Mundo. Fruto do excelente trabalho desenvolvido nos últimos anos no basquetebol espanhol, vários foram os jogadores do país vizinho a tentar a sorte do outro lado do Atlântico. Pau Gasol e Raul Lopez foram os primeiros, seguiram-se José Calderón, Jorge Garbajosa, Juan C. Navarro, Rudy Fernandez e Marc Gasol. Outros foram entretanto escolhidos em Draft, não tendo seguido viagem para a liga norte-americana, sendo Ricky Rubio o caso mais mediático.

No entanto, nem tudo são rosas, e alguns jogadores acabaram por voltar ao lugar de origem. Dos citados voltaram para o basquetebol europeu Raul Lopez, Jorge Garbajosa e J.C. Navarro, cada um com a sua justificação, cada um em busca de um lugar mais feliz.

Agora foi a vez de Rudy Fernandez avançar um possível regresso ao Velho Continente, justificando que só pensa em jogar, não se importando se for na NBA ou na Europa. A época do extremo espanhol não está a ser fácil, tendo sido afectado por uma lesão nas costas, e tendo maiores dificuldades do que na época anterior. O basquetebol europeu receberia de bom grado um dos melhores jogadores do nosso Continente, mas parece evidente que Rudy Fernandez tem qualidade para estar na competição que alberga a grande maioria dos melhores jogadores do Mundo.


Barça imperial

Fevereiro 24, 2010

Absolutamente demolidor, rumo a uma época que poderá ser de sonho. Assim segue a versão 2009-2010 do Regal FC Barcelona.

A milionária equipa catalã cedo começou a preparar a presente época, pondo à disposição de Xavi Pascual um leque de jogadores de grande qualidade, que pudessem dar ao Barça a possibilidade de ombrear com as melhores equipas europeias, e devolver a hegemonia interna. Ao clube chegaram Ricky Rubio, Pete Mickeal, Boniface Ndong, Terence Morris e Erazem Lorbek. Mantiveram-se Lakovic, Navarro, Basile, Sada, Trias, Vázquez e Grimau. Facilmente se percebe que qualidade individual não falta na equipa culé.

Mas a história do desporto está repleta de casos em que grandes nomes, ou conjuntos de individualidades não chegam para alcançar o sucesso. É preciso um líder capaz, que ponha cada um no seu lugar, e que consiga transformar a qualidade de cada um em qualidade colectiva. E Xavi Pascual tem sido esse líder como o comprovam os recentes êxitos do Regal FC Barcelona.

A conquista da Taça do Rei foi a mais recente demonstração de força da equipa catalã, atropelando na final o seu arqui-rival, o Real Madrid. Com o resultado final de 80-61, os blaugrana mostraram porque são a melhor equipa de Espanha no momento, em mais uma prova de qualidade colectiva em que todos jogam para o mesmo lado. Com uma redutora análise à estatística de jogo, já se percebe um pouco que não há um indispensável, uma super-estrela. Há uma super-equipa.

Liderança da ACB, grande campanha europeia, conquista da Supertaça e da Taça do Rei. Assim vai correndo a época do Barça. Será culminada com a conquista de 4 provas? Conseguirá triunfar na ACB e na Euroliga?


Semana louca

Fevereiro 12, 2010

Num curto espaço de tempo, o Maroussi B.C., histórico clube de Atenas, conseguiu vitórias impressionantes frente a adversários de respeito.

Foi, de facto, uma semana louca para aquela que é considerada a terceira melhor equipa do basquetebol grego. Assim, no dia 4 de Fevereiro venceram o campeão em título, o Panathinaikos, em jogo a contar para a Euroliga. O resultado final foi de 80-78. No fim-de-semana teriam novo derby ateniense pela frente, desta feita defrontavam a equipa dos bolsos cheios, o Olympiakos. Também nesse jogo a vitória sorriu ao Maroussi, agora por 82-74. Por fim, e para acabar em beleza, mais uma vitória para a Euroliga, em casa, frente ao Partizan que ainda não tinha perdido nesta fase do Top16.

Na Liga Grega estão agora em 2º lugar empatados com o Olympiakos, e a uma vitória de distância de igualar o registo do Panathinaikos que lidera o campeonato. Na Euroliga, e quando estão decorridas metade das jornadas do Top16, a equipa sensação desta fase está em 2º lugar em igualdade com Barcelona e Partizan. A campanha de vitórias do Maroussi na Euroliga tem sido espectacular, relegando para último lugar do grupo o Panathinaikos que partia como um dos favoritos, sendo o detentor do troféu da passada temporada.

Irá esta saga de vitórias continuar?


Ricky regressou a Badalona

Fevereiro 7, 2010

Ontem Ricky Rubio regressou pelo Barcelona ao pavilhão do Joventut em jogo da ACB. Recebido com cartazes de traidor por alguns adeptos e com abraços pelos ex-colegas, o puto-maravilha registou em 18 minutos, 7 pontos, 3 ressaltos e 6 assistências. Foi um autêntico massacre blaugrana, 57-81, à semelhança do que havia acontecido na 1ªVolta do campeonato. Para ver o resumo completo na página da ACB (vale a pena ver as assistências de Rubio). Aqui, deixamos apenas um cheirinho, em catalão…


Partizan continua a surpreender a Europa, Panathinaikos com a corda na garganta

Fevereiro 4, 2010

2ªJornada Euroliga

Grupo E

PARTIZAN 67 BARCELONA 66, após prolongamento

Vale a pena ver o resumo do jogo

Maroussi 80-78 Panathinaikos

Classificação: Partizan 2-0, Barcelona 1-1, Maroussi 1-1, Panathinaikos 0-2

Grupo F

Efes Pilsen 88-78 Montepaschi Siena

Maccabi 81-76 Real Madrid

Classificação: Efes Pilsen 1-1, Real Madrid 1-1, Maccabi 1-1, Siena 1-1

Grupo G

Zalgiris 68-83 CSKA

Unicaja 50-70 Asseco Prokom

Classificação: Asseco 2-0, CSKA 2-0, Unicaja 0-2, Zalgiris 0-2

Grupo H

Olympiacos 87-69 Khimki

Cibona 75-78 Caja Laboral

Classificação: Olympiacos 2-0, Caja Laboral 1-1, Khimki 1-1, Cibona 0-2

Proxima jornada: Quarta e Quinta, 10 e 11 Fevereiro, com destaque para esse decisivo Barcelona-Panathinaikos na Quinta